Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

Porque algo se quebra dentro de nós

e cessa a magia do mundo



publicado por OPTD às 10:26 | link do post | favorito

4 comentários:
De AUFDERMAUR a 4 de Novembro de 2009 às 16:58
Tenho que lhe dar os meus sinceros parabéns!!! Ando quase há uma semana com este post na minha cabeça sem conseguir chegar a uma conclusão sobre o que escrever! Não por não ter nada para dizer mas por ter tanto que nem sei por onde começar...
Em relação a crescer, eu cresco todos os dias fruto daquilo que vivo, das escolhas que faço, das pessoas com quem me relaciono ou simplesmente me cruzo. Tempos houve em que eu pensava que a minha felicidade estava emfazer tudo o que eu queria, em ir contra todas as regras e conselhos que alguém se atrevesse a dar-me, em não me prender a nada nem a ninguém. Nessa altura, eu gostava tanto mais de uma pessoa quanto mais louca e anárquica ela fosse e quanto mais ela me arrastasse para a loucura dela. Qualquer argumento racional que me apresentassem tinha invariavelmente a mesma resposta da minha parte: "A vida é minha, o corpo é meu! Se eu quiser destruir a minha vida, dar cabo do meu corpo e da minha saúde, até mesmo matar-me, ninguém me pode impedir!". E a verdade é que nunca ninguém o tentou porque como o meu pai sempre me disse "Amigo não empata amigo". Lá está, se o meu pai com 50 e tal anos continua a viver como se tivesse 25, não se poderia esperar muito melhor de mim aos 27...
Mas entretanto eu cresci e percebi que o que eu realmente preciso e quero é alguém que cuide de mim, que me ponha algum juízo na cabeça, que controle alguns dos meus actos mais impulsivos e irreflectidos.

Quanto a deixar de acreditar na magia do mundo, é uma história tão longa... Como diz o Billy Corgan (ou "cabeça de abóbora" como eu carinhosamente gosto de o chamar), "ooh the years burn"...

PS- Mais uma vez os meus parabéns. Com apenas duas linhas conseguiu pôr-me a pensar durante quase uma semana! Confesso que é a primeira vez que me acontece tal coisa! "I send this smile over to you" :)


De OPTD a 4 de Novembro de 2009 às 20:36
a vida é uma busca de sentido.

às vezes leva-se tempo...

obrigado!


De AUFDERMAUR a 5 de Novembro de 2009 às 23:26
Eu acredito que se leva sempre o tempo necessário, nem mais nem menos. As coisas acontecem quando têm de acontecer. Às vezes podemos perguntar-nos o porquê de demorarmos tanto tempo a perceber algo e, na minha opinião, isso acontece porque nós precisavamos de todo esse tempo para crescermos e passarmos a olhar para esse algo de uma maneira diferente, para o aceitarmos e lhe darmos o devido valor.



De OPTD a 9 de Novembro de 2009 às 23:12
o tempo

esse insondável sopro

inconstante

arrastado e fugidio


Comentar post

um blog de poesia...
mais sobre mim
Setembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Quem te levou?

Infância

Anacleta

Unter den Linden

...

aniversário

esvoaçantes

deslizam

gaivota

é quando estou cansado

arquivos

Setembro 2018

Agosto 2017

Janeiro 2017

Setembro 2015

Junho 2015

Agosto 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Abril 2012

Janeiro 2012

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

tags

acrósticos

ars poetica

arte

digo alentejo

diversos

fados

flos sanctorum

gato

haiku

inspira-me

instantes

livros publicados

mater

monólogos para dois

odi et amo

onde musa

papéis encontrados

portugal

quadras soltas

viagens

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds